segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

A Rosa da libertação total


Certo dia, ao peregrinar pelas ruas da bela cidade do Salvador, fui abordado por um batalhão de fiéis de um desses movimentos religiosos neo-pentecostais, que me entregaram um folheto intitulado: “A ROSA DA LIBERTAÇÃO TOTAL”. Este enunciado foi suficiente para entender que se tratava de uma daquelas sessões da “Igreja Universal do Reino de Deus”, que tem sido especialista em criar “modismos religiosos” para atrair adeptos. O convite dizia assim: “VENHA RECEBER SUA ROSA UNGIDA PARA COLOCAR EM SUA CASA E ABENÇOAR TODA SUA FAMÍLIA”.

O convite é bastante apelativo e promete soluções imediatas para os problemas familiares. Aliás, um dos slogans mais divulgados pela Universal, “pare de sofrer”, tenta iludir as pessoas de que é possível uma vida terrena que não exista sofrimento. Jesus nunca prometeu para os seus seguidores uma vida fácil, sem cruz, mas pelo contrário, convidou-os a assumir a cruz e a entregar a vida por ele: “Se alguém que vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Pois aquele que quiser salvar a sua vida, a perderá, mas o que perder sua vida por causa de mim, a encontrará. De fato, que aproveitará ao homem ganhar o mundo inteiro mas arruinar sua vida? Ou o que poderá o homem dar em troca de sua vida?” (Mt 16, 24-26).
.
A proposta de Jesus é diferente de tantos discursos religiosos, com base numa teologia da prosperidade, que coloca o sentido da felicidade no possuir as coisas terrenas, como sinais da benção de Deus.

Jesus é o único e sumamente bem necessário. Só Jesus pode libertar plenamente o homem e lhe proporcionar a benção. Não será simplesmente adquirindo uma "Rosa" que iremos ser libertos. Convém recordar neste momento aquela passagem bíblica que trata sobre o encontro de Paulo e Silas com o carcereiro. Este perguntou-lhes: “Senhores, que preciso fazer para ser salvo? Eles responderam: Crê no Senhor e serás salvo, tu e a tua casa” (At 16, 30-31).

Quando o homem passa a obedecer ao Senhor, a sua vida e de sua família já é uma benção e, não é necessário nenhum “instrumento mágico”, como uma “Rosa”. É permanecendo firmes na Palavra do Senhor, como discípulos, que encontraremos a Libertação. Jesus foi claro quando disse: “Se permanecerdes na minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (Jo 8, 31-32).

O que me chamou atenção ainda no folheto, que recebi dos membros da Igreja Universal, foi a citação bíblica que fundamentava o convite: “Disse Jesus: Eu sou a Rosa de Saron . Cantares (2:1)”.
.
Não precisa ser nenhum especialista em Bíblia para perceber que a citação não está correta, pois não se trata de uma palavra de Jesus. O Livro dos Cânticos dos Cânticos (Cantares) faz parte da coleção dos livros do Antigo Testamento. Como tal, não menciona o nome de Jesus. Aliás, nesse livro, o próprio nome de Deus é mencionado uma única vez e de forma abreviada (8, 6).

A citação bíblica usada no folheto distribuído pelos membros da Igreja Universal está fora do seu contexto. Fazer uso de um texto bíblico fora do seu contexto (o todo do texto), com o intuito de apenas justificar as práticas religiosas de um grupo religioso é fazer mau uso das Escrituras Sagradas. A interpretação da Bíblia não pode ser personalista, como nos lembra o apóstolo Pedro: “Antes de mais nada, sabei isto: que nenhuma profecia da Escritura resulta de interpretação particular, pois que a profecia jamais veio por vontade humana, mas os homens impelidos pelo Espírito Santo falaram da parte de Deus” (1Pd 1, 20-21). A Bíblia deve ser interpretada com a iluminação do mesmo Espírito que a inspirou e na comunidade de fé.

Não deturpemos e nem manipulemos a Palavra do Senhor com meros interesses particulares!
.
Por Frei Rufino Pinheiro

2 comentários:

Anônimo disse...

VOCE PRIMEIRO TEM QUE CONHECER AS COISAS PARA FALAR NAO SOU DA IGREJA E TEM UM AMIGO MEU QUE COMEÇOU A IR NESTA IGREJA ELE TINHA UMA VIDA MUITO SOFRIDA HOJE ELE ESTA BEM E SEMPRE ALEGRE NAO SEI O QUE TEM LA ELE ME CHAMOU E ACHO QUE VOU CONFIRIR

Junior disse...

Caro Anônimo,

Conheço bem a IURD, porém, não sou contra as pessoas que lá frequentam, e sim, contra seus líderes que deturpam o genuíno significado do Evangelho de Jesus Cristo.
Quanto a sua ida à Igreja Universal, creio que vc poderá fazer bom proveito, mas não se esqueça, Jesus lhe ama independente da denominação A, B ou C.

Com carinho,
Junior

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails